Museu do Pisco – Cusco Peru

Comecei e recomecei esse post umas 10 vezes até que decidi preparar um Pisco Sour para impulsionar as ideias e lembranças dessa viagem sensacional. Errei a mão e fiz uma quantidade para 3 pessoas e como não podemos desperdiçar porque é pecado, peço desculpas antecipadas caso o fim desse texto fique um pouco confuso (rs..)

Estivemos em abril deste ano em Cusco, cidade peruana base para quem deseja fazer os passeios do Valle Sagrado dos Incas, incluindo Machu Pichu. Como boas caçadoras de aventuras etílicas que somos seguimos à procura do famoso Museu do Pisco, um bar no centro de Cusco onde não apenas é vendida um variedade de Piscos, mas também reúne receitas e histórias sobre esta deliciosa bebida.

O Pisco é uma aguardente de uva que lembra bastante a grapa, feita no sul do país. É uma bebida produzida a partir da destilação do mosto do vinho e tem na determinação de sua origem uma verdadeira disputa entre dois países, Chile e Peru. Acontece que quando a bebida começou a ser produzida ainda não existia qualquer dos dois países, ainda era território do Império Inca, e sua comercialização foi proibida. Assim, clandestinamente, a bebida foi enviada à todo o território através do porto da cidade de Pisco (acredita-se que essa é a origem do nome), que hoje pertence ao Peru.

Anticucho – coração de boi

Pois bem! Depois dessa rápida apresentação histórica (se quiser saber mais pode clicar aqui), vamos ao Museu propriamente dito, uma bar repleto de shots e drinks feitos com uma imensa variedade de Piscos. Há algumas opções de degustação oferecidas todos os dias: Solo Pisco, apresentação dos três tipos mais famosos, Puro (produzido com um único tipo de uva); Acholado (produzida com mosto de uvas aromáticas e não-aromáticas); Pisco Aromático (produzido com mosto de uvas aromáticas) e os Chilcanos, que são drinks com Pisco puro, licor e sucos distintos. Cada degustação acompanha uma entrada que serve muito bem duas pessoas, pois as porções de comida no Peru são bem fartas (aprendemos isso já no primeiro dia kkkk).

Se você gosta de história e gosta de bebidas não pode deixar de conhecer o Museo del Pisco, uma parada obrigatória para quem quer conhecer um pouco mais sobre a cultura desse povo tão rico e surpreendente como os Incas.